Planejamento do seu e-commerce para 2018

Com o início do último mês do ano, já está na hora de fazer planejamentos para o ano que se iniciará. Aproveite que ainda temos três semanas para o início do ano de 2018 e prepare suas metas, planos de comunicação e de divulgação, o e-commerce brasileiro está maduro o suficiente para não permitir mais aventuras!

Foque nas estratégias, analise o que deu certo e o que não, analise seus os concorrentes, detalhe bem todo o seu ano e foque no que deu certo. Fizemos uma sugestão de itens que merecem atenção:

Renegocie preços

Caso você seja fabricante, renegocie preço dos seus insumos e se você for comerciante, negocie com seus fornecedores. O mercado promete crescimento para 2018, mas vivemos em uma época de incertezas, onde não sabemos ao certo como estará a economia em curto prazo, então compare com outros fornecedores, e se os valores estiverem muito acima do mercado, tente negociar com o fornecedor.

Se não está em uso, cancele!

Existem diversas ferramentas e plugins com pequenas utilizações para a sua loja virtual, e quando você se deu conta, não se lembra mais para que muitos deles servem. É hora de avaliar o que você realmente está usando para melhorar a sua loja, e o que não estiver em uso pode ser recontratado em outro momento. Avalie para onde está indo seu investimento.

Rentabilidade

Foque no produto que está te trazendo a maior rentabilidade. Trabalhar com um mix grande de produtos é bom, porém é importante sempre pensar no retorno do investimento. Se você precisa antecipar recebíveis, saiba exatamente quanto está pagando e defina uma estratégia financeira sustentável.

Revise os relatórios de vendas

Após a análise de rentabilidade, analise o mix de produtos da loja virtual. Você pode estar perdendo vendas e até mesmo sacrificando recursos com produtos parados em estoque. No e-commerce, é muito recomendado trabalhar com nichos, para ser o mais assertivo possível. Você pode também melhorar a sua comunicação, otimizar custos de marketing e vendas, e com isso melhorar o seu desempenho. Pense que você pode ser especial para os poucos e fieis.

Explore as informações

A melhor fonte de informação do e-commerce são os dados gerados pelos visitantes, e uma das vantagens de trabalhar no mercado digital é conseguir obter facilmente esse recurso. Busque todas as informações possíveis sobre quem são seus consumidores, como: de que maneira eles encontraram sua loja, qual a faixa de idade principal, a localização geográfica mais recorrente, etc. Explore todos os recursos possíveis do Google Analytics, métricas e KPIs, até você ter toda a informação possível para saber onde o investimento está sendo rentável e onde está sendo desperdiçado.

Conteúdo é rei

SEO é o melhor investimento de marketing digital que você pode fazer em longo prazo. Quem está prosperando no e-commerce já aprendeu que é preciso gerar conteúdo relevante e conversar com o consumidor de forma educacional. Não é preciso vender toda vez, mas é preciso se conectar e manter sua presença em todo contato com o consumidor. Caso seu e-commerce consiga se beneficiar do Inbound Marketing, ou marketing de conteúdo, inicie por gerar conteúdo relevante, para em seguida se tornar uma referência em seu segmento de atuação e dessa forma atrair tráfego para a loja.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *