Como aumentar as vendas do seu e-commerce na Black Friday

A Black Friday atualmente é a data mais importante do comércio eletrônico brasileiro, e somente em 2014, representou um crescimento de 867% no faturamento em comparação a uma sexta-feira convencional, segundo dados da E-bit.

O consumidor virtual espera ansioso por esta data importante, e para os lojistas representa um aumento significativo no número de vendas, uma vez que em 2016 o volume de pedidos bateu a marca de mais de R$1,9 bilhões, ainda segundo o E-bit.

A Black Friday é uma grande oportunidade para o seu negócio, desde que você esteja preparado para as chances de vendas que a data que oferece. Separamos algumas estratégias para você tirar o melhor proveito da data:

– Planejamento

Por ser uma data com muita movimentação dentro da loja, é necessário garantir que itens como imagens, estoque, servidor, marketing, logística e divulgação estejam alinhados e em pleno funcionamento, afinal de nada adianta conseguir preços diferenciados com os seus fornecedores se você não sabe se vai ter capacidade operacional de entregar o produto. A essa altura do mês, o planejamento já deve estar pronto e a comunicação já deve ser agendada para ser entregue aos clientes.

– Promoções atrativas 

A data aqui no Brasil era motivo de desconfiança, mas agora os consumidores estão ganhando confiança. Sua margem de lucro pode ser reduzida, mas considere ganhar no volume de vendas, isso fará toda a diferença na reputação da sua loja, inclusive no pós-promoção, dando a oportunidade de trabalhar com a fidelização, uma vez que a compra já foi feita e entregue.

– Estoque

Como a data é conhecida e muito esperada por ter preços baixos, consequentemente a quantidade de pedidos aumenta. É necessário ter em mente que o processo de vendas vai além do pagamento, e que é preciso entregar o pedido sem atrasos. Certifique-se com antecedência que o estoque será o suficiente caso a demanda aumente, a capacidade do seu estoque deve estar clara na sua meta.

Caso os seus produtos sejam limitados, deixe claro na comunicação que a oferta só será válida enquanto houver estoque e avise assim que um item acabar. Dessa forma, você evitará transtornos futuros.

– Comunicação

Enquanto a Black Friday não chega, pense também nas suas estratégias de comunicação. Avise a sua base de clientes que você estará com preços especiais e ofereça cupons de descontos.

Desta maneira você fará com que pessoas que já são clientes comprem novamente, até porque é muito mais fácil vender para quem já conhece a sua loja do que conquistar novos consumidores.

O Layout da loja deve ser pensado para deixar claro para o consumidor o que está e o que não está na promoção.

– Marketplace

Os Marketplaces são canais de vendas alternativos interessantes para os pequenos negócios. Apesar de cobrarem uma porcentagem sobre as vendas, oferecem a oportunidade de divulgação e de capital de giro, já que o recebimento para quem vende é imediato.

Só para termos uma ideia, segundo o ComScore, os sites do Grupo B2W (Submarino, Americanas e Shoptime) e do Grupo Nova Pontocom (Extra, Casas Bahia, Ponto Frio, CDiscount, Barateiro e Partiu Viagens) concentraram cerca de 19,5 milhões e 13,3 milhões de visitantes únicos, respectivamente.

Mas não esqueça, vender os seus produtos nestes Marketplaces não exclui as dicas anteriores. Portanto, organize-se e comece ainda hoje a se preparar para uma das datas mais importantes do comércio eletrônico!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *